Termovalorização

A termovalorização apresenta o caminho para o futuro no gerenciamento dos RSU - Resíduos Sólidos Urbanos.

Se constitui num instrumento eco-compatível para a destinação final dos resíduos, e se apresenta como uma fonte de energia renovável.

Em uma URE - Unidade de Recuperação Energética, o tratamento de resíduos sólidos é feito através de Biotunel. Após o tratamento e a bioestabilização deste material, o RSU transforma-se em CDR (Combustível Derivado de Resíduos), e este combustível é inserido nas caldeiras da termoelétrica, equipadas com os mais modernos filtros para limpeza dos gases.

Fornalha da Caldeira: 1100ºC

Outras vantagens da termovalorização:

  • Geração de energia elétrica;

  • Diminuição do volume dos resíduos sólidos em até 88%, aumentando, desta forma, a vida útil dos aterros sanitários já existentes e atualmente com as suas capacidades no limite de operação;

  • Redução das emissões de dióxido de carbono (CO2 equivalente) para a atmosfera, proveniente da destinação final dos resíduos urbanos nos já citados aterros sanitários;
  • Incentiva a triagem e reciclagem de materiais;

  • Não exige grandes áreas como o aterro sanitário, apenas a área da URE, que neste modelo escolhido pela Valoriza Energia, é bem compacto;

  • Inexistência de chorume;

  • Elimina emissões de metano (CH4).

URE
URE
fornalha
garra
garra